Início » Aventura » Cutelaria e Ferramentas » Melhores Serrotes

Melhores Serrotes

Na marcenaria, carpintaria e nos acampamentos, os melhores serrotes são utilizados para cortar pedaços de madeira em diferentes formatos. Da mesma forma, essas ferramentas também podem ser utilizadas para esculpir um objeto de madeira.

Normalmente estes acessórios operam com uma série de pontas afiadas de alguma substância que é mais dura do que a madeira que está sendo cortada.

Melhores Serrotes de 2021

Gyokucho 770-3600Gyokucho 770-3600Melhor SerroteR$ 357,00 na Amazon
Ramada 1612Ramada 1612Melhor Serrote de CostaCompre na Amazon
Serrote dobrável Eda, 8TASerrote Dobrável Eda 8TA Melhor Serrote PortátilR$ 41,29 na Amazon
Topman Flush H-225Topman Flush H-225Melhor Serrote JaponêsCompre na Amazon
Z-Saw Super H-333Z-Saw Super H-333Melhor Serrote para Madeira RobustoR$ 434,91 na Amazon
Vonder VDO914Vonder VDO914Serrote de PodaCompre na Amazon
Tramontina 43240016Tramontina 43240016Melhor Serrote TradicionalR$ 45,06 na Amazon

Os serrotes existem há milhares de anos. Inclusive, existem hieróglifos egípcios que representam os antigos marceneiros cortando as tábuas em pedaços com utensílios muitos semelhantes aos serrotes.

Os materiais das lâminas dos serrotes foram variando ao longo dos anos.

Pesquisas apontam que serrotes de bronze eram utilizados antes de a tecnologia de fabricação de aço se tornar amplamente conhecida e industrializada nos últimos mil anos ou mais.

As culturas antigas desenvolveram dois tipos principais de dentes de serra: os dentes de serra de corte transversal e os dentes de serra de corte. Ambos cortam a madeira usando mecanismos diferentes.

Uma serra de corte, por exemplo, é muito mais rápida para cortar do que uma serra de corte transversal ao cortar com o grão, mas deixa um corte muito áspero, geralmente com lascas na superfície, e tem mais dificuldade em manter um corte reto ao cortar o grão.

A serra de corte transversal pode cortar em qualquer direção, mas é muito mais lenta do que o necessário para cortar com o grão.

A evolução do serrote como ferramenta

O desenvolvimento dos serrotes também mudou ao longo dos anos por vários fatores.

Primeiramente foi a importância da madeira para a sociedade que os tornou relevantes, assim como o desenvolvimento do aço e de outras tecnologias de serração e o tipo de força disponível.

Esses fatores foram, por sua vez, influenciados pelo ambiente, como os tipos de minérios disponíveis, os tipos de árvores próximas e os tipos de madeira que havia nessas árvores.

Por fim, os tipos de trabalho que os serrotes poderiam realizar também eram importantes no desenvolvimento da tecnologia.

Enfim, esta ferramenta, além de histórica, continua sendo muito relevante para todos que desejam realizar atividades que envolvam corte de madeira.

Neste artigo você vai conferir as principais características dos serrotes e também vai ficar por dentro dos principais modelos disponíveis no mercado.

Guia de compra: Tudo o que você precisa saber sobre serrotes

Do que um bom serrote é feito?

Na maioria das ferramentas manuais, o material empregado na fabricação desempenha um papel importante na escolha do modelo certo. Igualmente é também com os serrotes!

Um bom serrote será feito de materiais resistentes, normalmente aço para maior durabilidade e facilidade de uso.

A qualidade e o material da lâmina também vão fazer diferença no desempenho da serra.

Muitas dos serrotes disponíveis nas lojas são feitos de aço endurecido, o que significa que são extremamente duráveis e com afiação duradoura.

O cabo também pode desempenhar um papel importante. Dessa forma, os serrotes de qualidade tendem a ter cabos confortáveis e bem feitos que reduzem o atrito e são menos cansativos durante o uso prolongado.

Comprimento do serrote

Você notou que os serrotes possuem em uma variedade de comprimentos diferentes? Eles podem variar muito de tamanho!

Serrotes curtos são projetados para madeiras curtas e serrotes longos para madeiras mais longas.

Os serrotes longos exigem que você use toda a amplitude de movimento do braço, enquanto serrotes mais curtos exigem movimentos mais curtos do braço.

Serrotes mais longos são geralmente mais eficientes e farão o trabalho mais rápido, mas, fique atento: tudo depende da aplicação que você está realizando!

Um serrote mais longo terá mais dentes, mas não necessariamente mais eficiência.

Número de dentes

Se você precisa criar cortes mais finos e complexos, isso vai exigir uma serra manual. É completamente diferente de fazer cortes ásperos em madeira.

Um dos fatores que definem como serrote pode cortar é o número de dentes.

Mais dentes equivalem a um corte mais limpo e preciso. Menos dentes fazem um corte rápido, mas não tão limpo e preciso.

A contagem de dentes na serra manual é medida por TPI (dentes por polegada) ou PPI (pontos por polegada) – quanto maior o TPI / PPI, mais dentes e, portanto, melhor acabamento.

Qual o melhor modelo para cortar madeira?

Identificar os melhores serrotes para cortar madeira nem sempre é fácil, porque “cortar madeira” abrange uma gama muito diversificada de trabalhos.

Serrar um tronco ou galho de árvore é uma tarefa muito diferente em comparação com fazer um buraco limpo em uma mobília.

Fazer uma curva suave em uma peça de madeira feita à mão, por sua vez, é completamente diferente.

Cada um desses trabalhos requer que o usuário corte em velocidades e forças variadas para garantir que o corte seja feito corretamente. Por isso, é bom saber também que há um melhor serrote para cada situação diferente.

Em geral, você deve observar a questão do número de dentes. Use serrotes de dentes finos para trabalhos que exigem velocidades mais lentas e maior precisão.

Mais dentes geralmente implicam em uma lâmina mais fina, o que significa que seu corte será mais preciso, mas o trabalho de corte em madeiras mais grossas ou mais duras será gradual.

Serras de dentes grossos são ótimas para cortar materiais mais grossos ou mais duros rapidamente.

Os espaços mais largos entre os dentes significam que eles podem arrancar mais madeira com cada impulso da lâmina, mas o resultado final não será dos melhores.

Já as chamadas ‘serras de ponta dura’ podem ser uma opção econômica e conveniente para uma variedade de trabalhos simples de corte de madeira.

Estes tendem a ser os serrotes de tipo mais básico, com cabos de plástico e dentes afiados endurecidos por indução.

Embora muitas serras de ponta dura de uso geral façam um bom trabalho na maioria dos tipos de madeira, tenha em mente que suas lâminas tratadas normalmente não podem ser afiadas.

Assim que os dentes de uma serra de ponta dura para madeira ficarem com uma afiação não tão boa, toda a ferramenta deve ser substituída.

Quais são os melhores serrotes?

Descubra quais são os melhores serrotes para você usar em casa ou em atividades ao ar livre!

1. Gyokucho 770-3600

Melhor Serrote

Serra Ryoba com lâmina Gyokucho 770-3600, No.291, Prata

  • Comprimento: 43 cm
  • Lâmina: Aço
  • Peso: 163 g

Encontrar o melhor serrote certamente é uma tarefa difícil, mas a boa notícia é que este blog já fez isso para você. Este modelo da marca Gyokucho tem tudo o que alguém precisa em uma ferramenta e muito mais!

A Gyokucho fabrica os melhores serrotes japoneses, que incluem o Ryoba Sein Saku Duplo Dente, um verdadeiro clássico para os amantes de serrotes japoneses.

Este modelo é indicado para cortes em pranchas e outros trabalhos em marcenaria e carpintaria, possuindo dentição dupla e alta durabilidade.

Além disso, este serrote possui um design mais moderno, leve e perfeito para levar em viagens, seja você utilizando uma mala ou até mesmo uma mochila.

2. Ramada 1612

Melhor Serrote de Costa

Serrote Costa 12

  • Comprimento: 60 cm
  • Lâmina: Aço temperado
  • Peso: 1,5 kg

Se o que você procura é um bom serrote de costa, este da marca Ramada vai te surpreender.

Este serrote possui dentes travados que proporcionam precisão no corte e um cabo de madeira fixado com dois parafusos e outro modelo fixado através de um pistão hidráulico.

Além disso, a lâmina produzida com aço temperado de espessura 0,90 mm garante boa durabilidade e os 9 dentes por polegada são ideais para corte em madeiras como molduras, rodapés, forros, roda-forros, guarnições, PVC e acabamentos em geral.

3. Serrote Dobrável Eda 8TA

Melhor Serrote Portátil

Serrote Dobrável para Jardim 18 cm, Eda, 8TA, Preto

  • Comprimento: 31 cm
  • Lâmina: Aço
  • Peso: 240 g

Levar um serrote por aí não é uma tarefa fácil. Mas felizmente existem modelos como este que são mais fáceis de carregar em suas viagens.

Este serrote da marca Eda é dobrável, sendo excelente para guardar em mochilas, sacolas, malas e onde você quiser.

Possuindo um cabo emborrachado, este modelo é ideal para atividades de camping e jardinagem.

4. Topman Flush H-225

Melhor Serrote Japonês

Serrote Japones Flush H-225 para Plastico e Madeira

  • Comprimento: 43 cm
  • Lâmina: Aço
  • Peso: não informado

Serrotes de estilo japonês são queridinhos para quem deseja um bom corte e um jeito prático de manusear. Esse modelo da Topman não é a exceção da regra.

Este modelo, além de eficiente em seus cortes, é versátil, sendo ótimo para diversos tipos de atividades.

Além disso, este serrote japonês possui dentes especialmente desenvolvidos para o uso em plástico e madeira, realizando cortes suaves e limpos.

5. Z-Saw Super H-333

Melhor Serrote para Madeira Robusto

Z-Saw Serrote Universal Kataba Heavy Duty H-333 Ref. 15014

  • Comprimento: 74 cm
  • Lâmina: aço ao nível HV800-950
  • Peso: 295 g

Para realizar cortes de madeiras mais grossas e firmes, você vai precisar de um bom serrote. Este modelo da Z-Saw garante muita eficiência em cortes que exigem mais precisão.

Este modelo possui superfície reta, lâmina muito resistente e dentes duríssimos, ideal para uso em marcenaria ou carpintaria, versátil e robusto, com ampla utilidade e também dentes universais.

Ademais, o serrote Z-Saw possui dentes endurecidos através do “Hard Impulse”: tratamento que eleva o grau de dureza do aço ao nível HV800-950 (64.0 – 68.2 HRC), que é a dureza máxima que o aço pode alcançar. O cabo longo de alumínio é revestido com borracha.

6. Vonder VDO914

Serrote de Poda

Serrote De Poda Curvo, Cabo De Madeira Vonder 12"

  • Comprimento: 51 cm
  • Lâmina: aço temperado
  • Peso: 19 g

Serrotes de poda são os preferidos dos jardineiros, e este tipo não pode faltar neste artigo. A marca Vander possui vários modelos e este é perfeito para uso cotidiano.

Próprio para poda em jardins e em tarefas de camping, este serrote realiza corte de galhos em madeiras úmidas, secas e verdes.

Para um melhor trabalho, a dica é utilizar sempre outros acessórios de jardinagem e para sua segurança, sempre use equipamentos individuais de proteção.

7. Tramontina 43240016

Melhor Serrote Tradicional

Tramontina 43240016, Serrote Profissional 16''

  • Comprimento: 48 cm
  • Lâmina: Aço carbono
  • Peso: 550 g

O clássico nunca envelhece – e com serrotes é a mesma coisa! Este modelo tradicional da Tramontina cumpre com todos os requisitos e ainda apresenta aquele design típico de serrotes.

O modelo apresenta uma lâmina em aço alto carbono temperado e lixado, um cabo de madeira ergonômico e envernizado, dentes travados com uma proteção plástica.

Além disso, o serrote Tramontina possui uma aplicação de camada de verniz sobre as lâminas para garantir uma maior vida útil e durabilidade da ferramenta.

Conclusão

Se você prestou atenção em todas as nossas recomendações, já sabe quais dos serrotes apresentados são os mais indicados para você.

Portanto, não deixe de consultar nosso guia de compra, caso tenha alguma dúvida. Depois disso, basta você ir tranquilo para suas atividades de carpintaria, marcenaria e muito mais.

Continue acompanhando nossos artigos sobre dicas de produtos e acessórios que melhoram a sua vida e que te auxiliam em diversas práticas ao ar livre.

Por fim, comente qual dos produtos apresentados é o que melhor atende às suas necessidades.

Outras Ferramentas Úteis para Você

Sobre o Autor: Lucas Machado Coelho

Formado em Jornalismo pela Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI), Lucas é especializado em redação de conteúdo para blog e mídias sociais.

Deixe um comentário